Reduções confirmam vitória – Parte 1

Posted on 8 de novembro de 2013

0


boletinBC

E agora, será que vão dizer que a Bancoop não conseguiu?. Os números indicam que a redução de cooperados que aguardam a entrega de suas unidades é um fato. O acordo que a Bancoop fez gerou os frutos necessários para a viabilização dessa redução e da entrega de quase 781 unidades.

No boletim da Bancoop vemos que, “dos acordos realizados entre a cooperativa e seus cooperados para a conclusão de empreendimentos, 10 se concretizaram. Outros dois estão em negociação e um em processo de pré-adesão dos cooperados.” Mas para evitar quaisquer dúvidas, vamos aos esclarecimentos básicos, segundo dados da cooperativa:

Em 2006, a Bancoop apresentou aos cooperados o fechamento das contas de cada um de seus empreendimentos.  Com os acordos, reduz-se drasticamente o número de pessoas que aguardam a entrega de suas unidades. Em 2007 existiam 949 pessoas aguardando a entrega de seus imóveis. Agora, são apenas 168 (17% do número inicial de cooperados).

Entenda que o maior objetivo da Bancoop é possibilitar a todos seus cooperados o acesso ao imóvel. Por isso, quando não consegue concluir empreendimentos devido a controvérsias jurídicas, não se opõe às negociações realizadas por cooperados para a transferência do empreendimento para construtoras, ou para condomínios de construção, constituídos pelos próprios cooperados – pelo contrário, até incentiva essas negociações, assim como o próprio Poder Judiciário com Semanas de Conciliação.

Os acordos preveem que as construtoras ou os condomínios de construção se responsabilizem pela conclusão da obra, entrega das escrituras e restituição àqueles que desistiram de suas unidades ou venham a se desligar do empreendimento. A consequência disso é que os cooperados veem seus imóveis se valorizarem com a conclusão das obras e o registro das escrituras, o que raramente ocorre quando recorrem para embates judiciais fomentados pelo grupelho.

 

Anúncios