Como identificar um membro do grupelho, parte 2

Posted on 28 de junho de 2013

0


O grupelho é formado por um pequeno grupo de cooperados da Bancoop que busca o benefício próprio. Em sua maioria, é constituído por cooperados que já estão em posse de suas unidades. Ao contrário da grande maioria dos cooperados e do espírito cooperativista, querem benefícios individuais, mesmo que outros cooperados de seu grupo sejam prejudicados por suas ações. Não se importam em prejudicar os cooperados que aguardam a conclusão de suas unidades.

Também fazem parte do grupo advogados que querem encher seus próprios bolsos à custa dos honorários pagos pelos cooperados que mantém ações contra a cooperativa. Corre a boca pequena que alguns desses advogados pagam comissões a pelo menos uma pessoa do grupelho, para que essa pessoa incite aos demais cooperados a manter ações judiciais contra a cooperativa.

Com os acordos realizados pela Bancoop, essa fonte de renda seca. As ações judiciais deixam de existir, pois o caso é resolvido. Vão perder o ganha-pão. Por isso, esse grupelho (ou pelo menos os advogados que dele fazem parte e seu comissionado) está tão furioso.

Grupelho ameaçando cooperados

Escrevem mensagens ameaçadoras contra os cooperados que optam pela negociação com a cooperativa. Fazem todo tipo de tortura e assédio moral e psicológico. Fazem isso de forma velada, anônima. Escondidos atrás de um “fórum”. Que de fórum não tem nada. Se fórum fosse deixariam ser postados ali o contraponto dos cooperados que optam pelo acordo, pela via negociada.

Mas, já cometeram alguns deslizes e, mesmo sem querer, se mostraram. Será que cabe a abertura de processos contra essas pessoas (inclusive advogados) por assédio moral e psicológico?

Anúncios
Marcado: