Como identificar um membro do grupelho, parte 1

Posted on 13 de junho de 2013

0


A opinião do Verdade Bancoop é a de aderir aos acordos, pois só se chega assim a solução rápida dos conflitos. Acreditamos nesse caminho pois, depois de algumas decisões do TJ, vemos que só assim todos saem ganhando. Ainda assim, tem gente que ganha dinheiro “por fora” com as ações judiciais e continua incitando os menos informados a não seguir o caminho certo dos acordos. Mas quem são essas pessoas? Você poderá identificá-las quando elas apresentarem o seguinte comportamento.

  • A pessoa irá tentar te convencer que fazer acordo com a Bancoop é uma saída ruim (e todos os argumentos seguintes tentam justificar essa posição);
  • A pessoa pedirá seu e-mail para lhe enviar “algumas informações sobre as pessoas que já tiverem sucesso com a ações judiciais”;
  • A pessoa, de fato, enviará alguns links. Todos eles publicados num fórum de internet que eles frequentam (recheados de inverdades, vale dizer);
  • O apelo será sempre no sentido de que é possível sangrar dinheiro da Bancoop, de que você vai ficar rico, ganhar uma indenização milionária;
  • A pessoa não mencionará que as decisões precisam ser coletivas, ainda que você pergunte (logo, entrar com o processo sozinho não vale de nada);
  • Se você perguntar à pessoa se ela já está em posse de seu imóvel, elá irão desconversar – pois ela fatalmente já está;
  • Ao serem indagados o motivo pelo qual eles querem que você ajuíze a ação (lembre-se de perguntar isso), eles falarão novamente que você pode ganhar algum dinheiro e pegar sua escritura (a posição do Tribunal de Justiça é contrária ao julgamento de casos isolados, mas eles não lhe falarão isso);
  • Ele falará que várias pessoas estão processando e ganhando, o que pode ser desmentido numa navegação rápida pelo nosso blog, que contém várias decisões comprovando o que falamos;
  • Você será inserido num grupo de e-mails que frequentemente desestimula a adesão aos acordos.

A conversa deles é sempre no mesmo sentido, e o motivo por trás desse discurso é simples: todos as vítimas desse grupelho são aconselhadas a procurar o mesmo escritório de advocacia. Para ingressar com a ação, é óbvio, é necessário pagar os advogados. E pra cada cliente “indicado” que o articulador indica, os advogados repassam uma “comissão”. Sem contar que ele também ganha uma porcentagem dos honorários advocatícios.

Essa é a fonte de renda do grupelho. Eles não tem interesse legítimo a não ser usar cooperados para colocar mais dinheiro no próprio bolso. Não caia nessa conversa!

Anúncios