Jogos ilegais – Promotor Blat X Senador Demóstenes

Posted on 3 de maio de 2012

0


José Carlos Blat é o promotor do “Caso BANCOOP” que faz diversas acusações contra a cooperativa na imprensa ao invés de fazer denúncia formal junto à Justiça. Blat é um promotor que milita em favor das causas tucanas. A mídia “amiga” tentou transformar Blat em um promotor herói. Assim como o senador Demóstenes, Blat também é envolvido com jogos ilegais.

A VEJA o desmascarou

A revista VEJA (quem diria) publicou a matéria: “Intocável sob suspeita”, que fazia revelações sobre a conduta do promotor – Blat foi afastado da Gaeco, protegeu o maior contrabandista do Brasil na força-tarefa antipirataria. A Corregedoria do MP, por meio de suas investigações, descobriu que o promotor reside num apartamento cujo proprietário foi condenado por bancar o jogo de bicho no local.

Blat não tem moral para ser promotor

Saiu na VEJA – “As investigações descobriram ainda que Blat mora num apartamento de Alfredo Parisi, que já foi condenado por bancar o jogo do bicho. Blat admite que, antes de se tornar promotor, foi sócio do filho de Ivo Noal, outro banqueiro do bicho, numa loja de conveniência”.

Como pode um promotor do MP ter tanta intimidade com uma atividade ilegal?

Sociedade com o filho de Ivo Noal, o maior banqueiro do jogo do bicho no país, e ainda quer acusar a Bancoop e seus dirigentes?

Se Demóstenes “ganhou” R$30 milhões com jogos ilegais, quanto não ganhou Blat na sociedade com o filho de Ivo Noal?

Anúncios