Governo Dilma Roussef – Menor taxa de desemprego desde 2003

Posted on 17 de fevereiro de 2012

1



A Folha de S.Paulo, nesta manhã (17), veiculou uma matéria com dados da PME – Pesquisa Mensal de Emprego, divulgada pelo IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Os números refletem a realidade de um país economicamente fortalecido. Mesmo em tempos de crise mundial, o número de desempregados diminuiu. Na Era FHC, ocorreu o contrário – Explosão do desemprego. O número de desempregados aumentou a cada ano nos governos de Fernando Henrique Cardoso do PSDB. Em 1994, eram 4,5 milhões de brasileiros desempregados. No final de seu primeiro mandato, em 1998, o número era ainda maior, com 7 milhões de pessoas sem trabalho. Em 2002, conforme dados do IBGE, o número atingiu a triste marca de 11 milhões de desempregados. Na média, a cada ano de governo do FHC, cerca de 1 milhão de brasileiros perdiam seus empregos, o que caracteriza uma grande retração.

Segundo a pesquisa, a taxa de desemprego no mês de janeiro ficou em 5,5%, sendo a menor desde 2003.

Crescimento do emprego formal

O Brasil atingiu a marca de 11,1 milhões de trabalhadores com carteira assinada no setor privado. Na comparação anual, a criação de empregos formais apresentou uma elevação de 6,3%, ou, 664 mil novos postos de trabalho com carteira assinada.

Recorde em rendimento

Se a taxa de desemprego apresentou a menor taxa desde 2003, o rendimento médio das pessoas ocupadas bateu recorde. O ganho do trabalhador apresentou cresceu 0,7% em relação ao mês passado.  Se compararmos os números de janeiro de 2011, a alta foi ainda maior, com um crescimento de 2,7%.

PT X PSDB na geração de empregos

O governo da presidente Dilma Roussef (PT) tem alcançado números ainda melhores que o governo antecessor, do ex-presidente Lula.

Abaixo, temos um comparativo com dados do DIEESE, com as vagas de trabalho criadas nos governos de Fernando Henrique e Lula.

Os números mostram um crescimento exponencial na criação de novos empregos desde o governo LULA. Os números do governo de Dilma Roussef mostram a continuidade das políticas econômica e social de Luiz Inácio Lula da Silva. Fernando Henrique Cardoso, em 8 anos de governo, criou 797 mil novas vagas. Na comparação anual, são 664 mil novas vagas com carteira assinada no governo Dilma.

 Um ano em oito. E a tendência é melhorar.

Anúncios
Posted in: Grande Mídia