BANCOOP começou 2012 com o pé direito

Posted on 2 de fevereiro de 2012

0



O ano de 2012 certamente será ótimo para os cooperados da BANCOOP. Já tivemos pessoas que iniciaram o ano com a escritura de seus imóveis em mãos. Outra boa notícia é que o mês de janeiro foi fechado com chave de ouro: os cooperados perceberam que é muito mais vantajoso e rápido fazer acordo com a BANCOOP do que buscar a conclusão das obras por meio das vias judiciais.

Escritura do imóvel

No primeiro dia útil de janeiro (2012), o expediente da cooperativa foi iniciado com o registro de mais unidades. É importante ressaltar que só é dono, quem tem a escritura de seu imóvel. Hoje, o número de cooperados da BANCOOP com escritura em mãos, poderia ser ainda maior.  Entretanto, existem cooperados de empreendimentos com unidades concluídas e averbadas, que já quitaram seus débitos com a cooperativa, mas não solicitaram o Termo de Quitação Financeira e de Obrigações para registrar o imóvel.  A BANCOOP possui uma Central de Informações (CIN). Vale a pena entrar em contato para verificar se existem pendências e, não havendo, solicitar a escritura. Assim, o cooperado fica seguro e vê seu imóvel valorizar mais.

Assembleias

Se janeiro começou com o registro de imóveis, terminou com um novo acordo fechado.  No último sábado (28), foi realizada uma Assembleia onde 95 cooperados trocaram via judicial por acordo com a BANCOOP.  Infelizmente, apenas um cooperado se mostrou contrário a decisão da maioria. Ficou acordada a transferência da construção de um empreendimento para uma construtora.

Forumotion – Semeando a discórdia

MDB ficaria melhor - Movimento DISCÓRDIA Bancoop

O MCB – Um grupelho formado por poucos cooperados e alguns advogados que ganham dinheiro promovendo ações contra a BANCOOP possui um fórum na internet. Neste canal, são postadas alegações contra a cooperativa. Ao acessar o “canal de comunicação”, dá para perceber que a pessoa que sempre realiza as postagens, tenta incitar os cooperados a não firmarem acordo com a cooperativa. Por lá, não se vê os depoimentos dos diversos cooperados da BANCOOP que estão satisfeitos com seus imóveis, os ganhos obtidos com a valorização ou com as opções de acordos e pagamentos. Nada sobre a última assembleia onde 95 cooperados preferiram o acordo com a BANCOOP às vias judiciais. Porque a omissão de informações?

Parece que tem gente que não quer os cooperados tenham suas pendências resolvidas. Quando a BANCOOP cobra o imóvel a preço de custo, a pessoa diz que deve ser aplicado o CDC (Código de Defesa do Consumidor) por não se tratar de cooperativa (??). Como se já não bastasse, essa mesma pessoa, quando percebe que os cooperados fecharam acordo com a BANCOOP para a transferência das obras, diz que a cooperativa está transformando o preço de custo do imóvel, em preço de mercado (??).

 O “postador oficial” do MCB apenas atrapalha o andamento dos acordos que vem sendo efetuados em benefício  dos cooperados da BANCOOP.

Qual os interesses reais que movimentam e articulam este “movimento”?

Anúncios
Marcado: ,