Um factoide eleitoral criado para destruir o PT

Posted on 5 de dezembro de 2011

0



Os factoides nunca estiveram tão na moda como nos dias atuais. Factoide é um fato (quase sempre inverídico) divulgado pela imprensa de forma sensacionalista. Podemos chamá-lo também de propaganda política mal intencionada.Todo factoide tem como objetivo impactar a opinião pública, por meio de uma manipulação políticaque atenda aos interesses de uma pessoa ou grupo. Na grande maioria das vezes, seus autores almejam apenas o PODER e possuem uma grande influência sobre os meios de comunicação. Vivem buscando um “fato novo”, que, usado de forma minimamente calculada, pode mudar o percurso de um cenário já posto. Num mundo onde a “Liberdade de Imprensa” tem o poder de criar réus e estabelecer sentenças, uma mentira de tanto ser repetida acaba sendo aceita como uma verdade inquestionável. Com a democratização dos meios de comunicação, percebemos que muitas das matérias hoje publicadas não seguem os princípios básicos da ética jornalística.

Alguns dos ingredientes de um bom FACTOIDE

E, foi desta forma, que a BANCOOP – Cooperativa Habitacional dos Bancários de São Paulo se tornou uma das peças de um factoide cheio de acusações infundadas que serviu apenas para prejudicar seus cooperados que aguardavam o andamento da entrega de seus imóveis, conforme previam as medidas já estruturadas pela cooperativa.

O “Caso BANCOOP” é um factoide eleitoral criado pelo PSDB, cuja operação fica por conta do Promotor de Justiça, o notório José Carlos Blat, que age como grande “divulgador” do caso na imprensa. Este factoide surgiu em meio às eleições, com a finalidade de prejudicar o PT, que liderava as pesquisas de intenção de voto, e desmoralizar o trabalho saneador feito pela gestão de João Vaccari Neto.

Dima liderava as pesquisas de intenção de votos no segundo turno das Eleições Presidenciais de 2010.

Como se trata de um caso muito polêmico, vamos tratá-lo com doses homeopáticas. Acompanhem as próximas postagens que por aqui faremos.Factoide, JoséCarlos Blat, BANCOOP, PT, PSDB

Anúncios